quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Yoav - Uma voz apaixonante

Apesar de a música falar de uma mentira, o sentimento que a sonoridade traz faz-me ouvi-la cada vez mais... Acho que me apaixonei por ela :D
A música tem o seu sentido...

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Aprender, Crescer e Viver

O tempo dá voltas à vida que eu não consigo acompanhar. Coisas que acontecem rápido demais, com demasiada força, pessoas que vão e que voltam quando menos se espera. É estranho este turbilhão que me acompanha.
Fraquejei à primeira grande dificuldade, mas isso deixou-me mais forte, com mais coragem e mais crescida.
Só foi preciso uma grande lição para aprender que nem tudo é como queremos, que nem tudo pode ser feito de forma pensada. Por vezes, temos de aprender a ser irracionais, a agir por instintos. Eu aprendi...

Há pessoas que querem sempre ser racionais (eu queria sempre ser racional) e perdem as coisas que mais precisam... Afastam tudo o que queriam ter por perto...

É complicado chegar a esta altura e dar conta que tudo era um poço sem fundo, algo que soa a vago e sem sentido.
Pensar e sentir faz parte do ser vivo, mas fingir que se sente faz parte da cobardia que só o homem tem.
Fácil dizer o que os outros querem ouvir, difícil dizer o que nós queremos que os outros ouçam.

Tenho pena que existam pessoas capazes de fugir do destino, capazes de se esconderem na carapaça para não enfrentarem as dificuldades. Se soubessem ser mais sinceras, mais abertas não haveriam as complicações que elas próprias criam.

Espero que todos se levantem como eu me levantei da queda... Não façam como a pessoa que se escondeu na carapaça, no casulo, no refugio dela.


Beijos cor de rosa ;)

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Há dias que podemos odiar muito uma pessoa, desejar mal mesmo sabendo que no fundo não o queremos... Contudo, hoje arrependo-me, desejei mal a um professor e não é que ele adoeceu mesmo... Espero contudo que ele melhor e que volte a ser chato e resmungão... Ninguém deve adoecer assim...

sábado, 18 de setembro de 2010

Princesa doce Princesa

A vida da princesa deste reino começou a ser alterada de forma intensa... Cometer loucuras boas, evitar medos e conseguir supera-los...
A princesa saiu do seu reino sem o conhecimento da população, foi ter com o seu coração. Foi procura-lo,pois já não sabia dele, já não sabia para o que ele servia...
Muros altos, vedações bem armadas, foi tudo o que encontrou, obstáculos atrás de obstáculos, mas muita adrenalina, muita aventura.
Pelo caminho encontrou um habitante de um reino distante, habitante esse que a fez sorrir. Ofereceu-se para ajudar a princesa a encontrar o coração dela.

Caminharam juntos, falaram sobre ambos os reinos, dividiram o tempo pelos dois. Conheceram as facetas dos dois, e sorriram muito.

Finalmente encontraram o coração da princesa, estava ele bem protegido e intocável. Com surpresa o jovem habitante do outro reino foi busca-lo, enfrentou tudo o que protegia o coração da princesa. Resgatou-o e entregou-o à princesa.

A princesa sentiu-se protegida com aquele gesto, sentiu-se como já não se sentia à muito muito tempo. Não conseguiu regressar ao seu reino, quis ficar mais algum tempo com aquele jovem que já não era um desconhecido. Ele tinha um dom, o de a fazer sentir coisas que não sentia por medo. Ela com ele sentia-se livre, capaz de voar.

Sim, ela estava apaixonada e isso não poderia nunca negar. Mas e ele? Estaria ele apaixonado. Como resposta a esta pergunta que ela fazia a si própria, ele abraçou-a e beijou-a. Sim, ele estava apaixonado por ela e ela adorava isso.

Durante algum tempo não avançaram mais, por medo de magoarem-se, por medo de ser precipitado.

Mas agora sim, agora são ambos felizes juntos, estão a viver o que durante muito tempo adiaram, estão apaixonados e juntos... Por quanto tempo? Não sei... Mas valeu a pena o esforço, aprenderam lições novas juntos, e são felizes juntos.

sábado, 4 de setembro de 2010

Porto, belo Porto...

Cidade plantada junto ao Douro, cidade de grandes amores e encantos... Paixão despertada pelo místico, pelo sonho, pela esperança... Cidade de duas faces. Cidade com duas vidas... Cidade com identidade própria... Cidade de ruínas...
Levas a solidão de muitos contigo... E, também, dás solidão a tantos outros... Cidade de abrigo, cidade de abandono... Contigo tanto me sinto perdida, como em casa...
Sempre serás a cidade do meu coração!




sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Adolescentes -.-'

Um dia de praia que deveria ser normal, com as coisas normais, os gritos de pais para os filhos indisciplinados, pessoas a correr, pessoas a passear, pessoas a namorar, pessoas a dormir, pessoas com insulações, pessoas parvas, pessoas e mais pessoas... Centenas delas... Não foi normal... lol

Tudo começou com a bandeira amarela que parece não sortir efeitos suficientemente alarmantes para que as pessoas sejam mais cuidadosas na água... Depois o aviso de 3 nadadores-salvadores (NS) que estavam a fazer o trabalho deles, mantendo as pessoas junto à costa. Depois cerca de 4 adolescentes parvos, de pura ignorância e com a necessidade de exibição perante um publico atento (não fosse este um publico português).
Vai o NS e diz: mantenham-se junto à costa, não vão nadar por favor, tenham cuidado. Causa-efeito: O NS vira costas e os putos começam a entrar na água novamente afastando-se um bocado da costa.
Vai o segundo NS e diz: Saiam imediatamente da água, o mar está perigoso. Causa-efeito: 2 dos adolescentes conseguem sair se qualquer problema, um outro apresenta dificuldades em passar a zona da rebentação, o quarto miúdo fica para traz pois não consegue nadar contra a corrente. Segundos de ansiedade por parte da plateia, pois o miúdo parecia que não ia mesmo conseguir, mas conseguiu.
Com isto esperava-se que eles não voltassem a arriscar. Pois bem, parece que nao tinham ficado satisfeitos com o susto e dais deles arriscam. Desta feita o 3º NS já não foi a tempo de avisar, teve de entrar na água e salvar a adolescente e o rapaz veio por arrasto... Desta vez o susto surtiu efeito, passado algum tempo o Inem foi chamado, a rapariga entrou em choque.

É nestas alturas que não me importo nada de ter medo do mar, de não saber nadar e muito menos de ter medo de arriscar. E também assim se vê os jovens que temos, muitos são sábios e atentos, pensam que se eles arriscarem não colocam só a vida deles em causa, mas também a de quem arriscar para os salvar, não é uma atitude egoísta que os vai fazer serem mais ou menos num grupo. E o completo oposto, jovens inconscientes, egoístas e fechados neles mesmo, incapazes de saberem auto-valorizar, incapazes de agirem por eles mesmos, mas não colocando os outros em risco. A educação está a piorar, está a ficar estranho não haver o meio termo... São seres feitos de extremos.

Como será a Sociedade portuguesa daqui a 20 anos?? Ninguém sabe, mas temo por isso...

domingo, 15 de agosto de 2010

Dançar

A princesa gosta de dançar... E dança ao som de boa música... Hoje passou o dia a dançar, agora doí um bocadinho as pernas de donzela... Mas amanhã volta a bombar =)

Just an ordinary day
till you came around
I had my feet on the ground
so much for that

Just an ordinary day
till you came around
and now my life’s upside down
imagine that

and it’s all because I heard you say
and it’s all because I heard you say
and it’s all because I walked your way

I heard you say ...






BEIJOOOOS

sábado, 14 de agosto de 2010

Lucenzo

Fenómeno no estrangeiro, a loucura dos emigrantes portugueses, amigo do grande Big Ali... Apresento a quem desconhece:


Lucenzo


Pois é, este menino faz sucesso longe do nosso país, mas leva a nossa língua mais além, é um fenómeno, ninguém lhe é indiferente, quer os portugueses emigrados, bem como os franceses e suíços, todos o ouvem e todos vibram ao som dele... Dancem muito com esta música, mesmo que não seja o vosso estilo, o que gostam de ouvir... Mas o rapaz merece pelo facto de ser mais um a levar a nossa língua para o mundo =)


beijinhoooos

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Porra pah

Hoje estou revoltada!!! Chega Chega Chega, estou farta!!!

Porra nem de férias me deixam em paz?!?!

É o meu cunhado, o meu pai e ainda aquele melga?!?! Possa!!!

Passo a explicar: nem tudo no mundo real é um mar de rosas!!! E esta semana parece um inferno (no sentido figurado como é óbvio). É o meu cunhado com teorias parvas e que só me irritam pelo nível de ignorância apresentado, é o meu pai que não me pára de chagar a vida!!! E agora este nabo que não me larga...

Preciso urgentemente de ser 100% independente!!!

Não é por mal... Mas não gosto que me controlem, não gosto que me mandem bocas, não gosto de me sentir a mais, não gosto de pessoas fúteis e ignorantes, não gosto de pessoas com um sentido de humor nulo, não gosto de pessoas que não saibam estar em sociedade, não gosto de pessoas que só saibam viver à base de estupidez, não gosto de pessoas que se exibam, não gosto de pessoas sem escrúpulos, não gosto de pessoas que só vivem bem com o mal dos outros, não gosto de pessoas que se achem boas, não gosto da hipocrisia de quem me é próximo...

Preciso definitivamente do meu espaço, de criar a minha rotina, de ser eu, e só eu... Chega de pessoas a meterem-se onde não devem, de tentarem controlar a minha vida!!!

Minha gente já não tenho 15 ou 16 anos, nem nada que se pareça!!!


Desculpem, mas tinha de descarregar a minha raiva!!!

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Vida boa

Fantástico... Esta é a palavra que posso usar nos próximos tempos para a descrição de tudo... Fantástico =)

Passo horas a rir, o que mais desejo apareceu, vou ter a oportunidade que procurei, as pessoas que quero vão estar presentes, e até mesmo o pessoal que não sabia que iam conseguir vão aparecer =)

Ou seja, está tudo fantástico... Finalmente vou dar o meu "passinho" para as férias :D

Fantástico :D

É melhor parar um bocadinho com o fantástico... Acho que vou mudar para o formidável :D

Beijinhos formidáveis e rosas :D

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Despedidas difíceis...



Sabem quando uma pessoa lê um bom livro e se envolve tanto na história, que quando o acaba fica a pensar: E se fosse comigo, o que faria?!

Já li tantos romances que envolvem a morte e a despedida que, com a leitura do ultimo, tenho andado a pensar nisso. Pergunto-me: e se eu soubesse que tenho um prazo de vida?! Que faria eu?

Uma coisa é certa, cada segundo ia ser ainda mais aproveitado em relação ao que hoje em dia aproveito... Mas penso que escreveria uma carta de despedida. Algo que mostrasse a pessoa que sou, que desse força às pessoas que amo e que elas soubessem que não vou sair do coração delas...

Então vem a parte complicada... Como se escreve uma carta de despedida sem chorar, sem sofrer, sem morrer ainda mais?! Como se faz alguém feliz com uma carta, quando o que essa pessoa mais quer é ter-nos?!
Sei que é a coisa mais difícil, mas uma carta com a nossa letra, com os nossos erros, com a nossa forma pessoal de escrever, de referir momentos, lembranças, passagens da vida é a melhor forma de quem a ler matar saudades, rir, relembrar, e manter-nos no coração...

Sei também que o que mais quero se morrer antes dos meus sobrinhos e, se um dia vier a ter, dos meus filhos, é que lhe contem as histórias, que eles saibam que eu vivi e muito, que me ria sempre, que era sincera e descarada, que tinha ataques de pânico por causa de uma mini aranha ou de uma picadela de agulha, que adorava desafios e que coleccionava os óptimos amigos e ignorava quem não lhe interessava...

Assim muito resumidamente: QUE ERA A PESSOA MAIS COMPLETA E FELIZ A CADA MOMENTO QUE SENTIA E VIVIA!!!

Isto tudo soa a muito lamechas, mas é a minha forma de dar um tom rosa à despedida por causa da morte, da doença, de algo que magoará para sempre as pessoas que mais nos amam... A presença delas na nossa vida é o nosso diário de bordo. São elas que vão relatar a nossa passagem. Por isso espero que o façam com um sorriso rasgado quando falarem de mim, sem tristeza, só com a inevitável saudade.

Quanto à carta era bom que todos escrevessem uma e a fossem actualizando... Ao fim de 10 anos teriam uma carta com 15 páginas...

beijinho muito rosa...

PS:
=) Acho que vou começar a ler comédias, para ver no que fico a pensar...

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Coisas da vida...

Num mundo cor de rosa tudo deve ser perfeito... Sorrisos límpidos, conversas sinceras, amizades puras... A vantagem de ter um mundo só nosso é de poder controlar quem entra nele e quem sai =)
O facto de haver uma interactividade entre várias pessoas, não implica que entrem nos nossos mundos. Pelo menos nos mundos secretos que criamos de forma a abstrairmos da realidade...
E eu que o diga... Deve ser destas variações temporais, mas ultimamente têm andado muitas pessoas a tentar invadir este meu mundo isolado...
Ainda não se aperceberam que é a princesa quem controla as entradas e saídas, que dá as ordens para quando os portões do reino deverão ser abertos... Este mundo é desejado, mas é um mundo isolado... Ainda não são as pessoas certas, ainda não têm os sorrisos límpidos, ainda não são sinceros, ainda não garantem confiança...

Neste belo reino a princesa pergunta-se se será sempre assim? Se nunca se consegue a pureza que tanto se procura? Viver uma vida rosa, ser feliz... Os espinhos fazem parte, mas podem ser superados, podem ser removidos... Força e coragem para aguentar a dor... O tempo leva as feridas, a água o sangue... Mas os muros do reino vao ficando maiores e maiores... Os portões mais resistentes, mais seguros... Desta forma poucos passaram e conseguirão fazer mal à princesa... Só os corajosos estarão no interior, só eles e ela será sempre feliz...

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Princesa...

Era uma vez uma jovem princesa que vivia num mundo cor de rosa. Feliz era ela, cantarolava falava e sonhava... Até um dia que um suposto príncipe apareceu, e prometeu-lhe a felicidade para lá daquele reino... A princesa parva acreditou nele, deu-lhe a mão e disse-lhe: leva-me quero ainda mais felicidade na minha vida...
Pelo caminho tudo era lindo, tudo sorria, tudo era um sonho... A jovem princesa sentia-se a flutuar com toda aquela felicidade... Mas depois tudo deixou de ter a beleza do cor de rosa, só haviam cinzas e pretos, a cor que alegrava a vida dela havia desaparecido. Que fazer agora?
Foi então que decidida a mudar tudo aquilo começou a contar histórias sobre o sitio de onde viera, como era feliz... As saudades apareceram e cada vez eram mais fortes, a princesa queria regressar, voltar ao seu cantinho de felicidade isolada, de felicidade solitária, de felicidade pura e sincera... Ela partiu para o seu reino, não voltou a estar com o príncipe, que mais tarde descobriu ter sido enganada. Era um charlatão, não tinha carácter e vivia da felicidade dos outros, roubando-lha...
Ainda bem que a jovem princesa conseguiu salvar-se...

Está feliz à sua maneira, está no seu mundo, onde consegue viver, e não precisa de ter ninguém a viver por ela =)

sábado, 27 de fevereiro de 2010

És forte

A força da vitória só vem depois da grande derrota...

Levanta-te, olha para a frente... Vês-me?? Então agora luta para chegares aqui...



Quero-te forte, quero-te corajoso, és pequeno, ainda vais aprender muita coisa... Mas agora que caís-te, enche-me de orgulho e levanta-te, sorri, mostra-me quanto vales...


Numa vida cor de rosa, não podes ficar a descansar, tens que ser alguém tens que crescer, dar o salto... eu já saltei... E agora sinto-me livre, feliz... Anda segue-me...

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Que imagem (hahaha)

Bem, e por falar em Natal e Carnaval... Que riso:



Eles desfilam, e estao mascarados... uhuhuh

Greve

Tanta greve que se anda a fazer e ninguém se lembra da mais necessária de todas: Greve para manifestar contra o Consumismo por causa das festas temáticas!!!

Acaba o Natal e o Ano novo, vem logo o dia dos namorados, prendinhas e muito amor... Passado algum tempo estão chateados e o namoro até acaba... De seguida Carnaval, tudo muito animado, estamos em crise e tal, mas investir numa ida ao Brasil não vai piorar o nosso orçamento doméstico, por vezes é só mais um empréstimo... Seguidamente vem o dia da mulher, não é um dia com muita importância para grande parte da população, mas muitas mulheres aproveitam-se deste dia (temos que dar a mão à palmatória) para deixar os homens com a necessidade de nos preparar um jantar e dar no mínimo umas flores... Logo a seguir o dia do pai, mais um dia para o consumo, uma prenda para o pai, outra para os filhos darem ao marido, e assim sucessivamente... Eis que chega a Páscoa, encerra um ciclo de festividades... E estamos mais endividados, mais pobres digamos por outras palavras, e cheios de coisas fugazes, que nos trazem breves memórias, não eternas, não nos marcam... Deixam-nos vazios...

Pensem em poupar, deiam pedaços de vocês mesmos, o Coração por vezes é a unica coisa que realmente os nossos entes queridos querem, ou um simples abraço com a palavra AMO-TE... Não tenham medo =) Amar quem nos ama, só nos preenche e dá-nos felicidade...


(continuo a estudar... ou seja este continua a ser um sintoma do meu estudo lool)

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

...



Não venhas até mim, não me dês a mão... Deixa-me aqui, deixa-me sozinha... Não te quero desiludir mais... Desculpa-me...

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Sonhos estes...

Sonho sonhado não quero que sejas recordado...


Por algum motivo sonhei, não foi para te recordar, nem sequer para te viver... Fica aí, parado no tempo, deixa-te cair em esquecimento... A vida é bonita, a vida é boa, a vida ainda me dá esperança, e tu não, tu deixas-me parada, aqui neste vazio... Fica aí. Não me sigas. Algum dia terias de caminhar sozinho sem mim...
Não sabes para onde ir?! Então pára, pensa, pondera e age, mas nunca me sigas...
Se ficares perdido?! O tempo é um bom local para nos perdermos, mas recria o teu tempo, e encontra-te.
Porque não me podes seguir?! Porque hoje sou mais EU, porque hoje sinto-me EU... E tu não me deixas ser eu, não me deixas soltar o meu EU...

Vou-te deixar aqui, vou seguir por aquele caminho, e tu não venhas por ali, tens muitos outros, se não fica aqui, olha para o passado, mas não me prendas para o teu futuro...

O meu mundo encantado em tons cor de rosa =D

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Álvaro de Campos - O que há em mim é sobretudo cansaço

E por falar em andar cansada, lembrei-me deste belo poema :D




O que há em mim é sobretudo cansaço
Não disto nem daquilo,
Nem sequer de tudo ou de nada:
Cansaço assim mesmo, ele mesmo,
Cansaço.

A subtileza das sensações inúteis,
As paixões violentas por coisa nenhuma,
Os amores intensos por o suposto alguém.
Essas coisas todas.

Essas e o que faz falta nelas eternamente;
Tudo isso faz um cansaço,
Este cansaço, Cansaço.

Há sem dúvida quem ame o infinito,
Há sem dúvida quem deseje o impossível,
Há sem dúvida quem não queira nada -
Três tipos de idealistas, e eu nenhum deles:
Porque eu amo infinitamente o finito,
Porque eu desejo impossivelmente o possível,
Porque eu quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser,
Ou até se não puder ser...

E o resultado?
Para eles a vida vivida ou sonhada,
Para eles o sonho sonhado ou vivido,
Para eles a média entre tudo e nada, isto é, isto...
Para mim só um grande, um profundo,
E, ah com que felicidade infecundo, cansaço,
Um supremíssimo cansaço.
Íssimo, íssimo. íssimo, Cansaço...

Cara de enterro...

Pois bem, hoje devo estar mesmo com cara de enterro... Toda a gente anda a perguntar se estou cansada...

Cansada não ando... Acho que estou a ficar farta é da rotina... Preciso de mudar, de viajar, ou melhor, de mudar de ares...

Destinos não me faltam, com direito a casa e tudo... Falta é o financiamento para a viagem =(

Mas assim que o estudo terminar, vai ser uma festa!!! É sair para espairecer, muita festa, muita e boa musica... Uma quebra de rotina boa, que me vai saber pela vida =)



Beijos, e boa sorte para os estudantes =)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Mãe

Sabem aquelas alturas em que nos dá um aperto no peito com as saudades da nossa mãe? Hoje estou com esse aperto... Apetece-me pegar no meu carro e ir vê-la... Ficar lá por casa no recatado cantinho que ela tanto o torna especial...
Vocês perguntam-se porque não vou? Pois porque tenho as minhas obrigações de estudante, e a minha mãe não ia achar lá muita piada ao facto de faltar a um exame só porque tive um ataque de saudades dela...


Mas tenho as minhas formas de matar as saudades dela... Vantagens da internet... Sabem aquelas músicas antigas que as nossas mães adoram? Aquelas que elas dizem: "A vossa geração não sabe o que é música, no meu tempo música era Demis Russos e afins..." Pois bem, lá vou eu para o Youtube ouvir musicas antigas que até me conseguem lembrar a minha avó...

Mães especiais estas... Espero um dia que os meus filhos também pensem o mesmo de mim...

Decir te quiero y decir amor no significa nada
las palabras sinceras, las que tienen valor
son las que salen del alma

Y en mi alma nacen solo palabras blancas
preguntas sin respuestas llenas de esperanza.

Un amor como el mío no se puede ahogar
cómo una piedra en un rio
un amor cómo el mío no se puede acabar
ni estando lejos te olvido.

Y no se puede quemar porque está hecho de fuego
ni perder ni ganar porque éste amor no es un juego.
Sueños que son amor son sueños que son dolor
yo necesito saber si quieres ser mi amante.

Es bonito reir, amar y vivir todo por alguien
y si es preciso sufrir, llorar o morir por ese alguien.

Yo necesito saber si quieres ser mi amante
yo necesito saber si quieres ser mi amante.

Sueños que son amor son sueños que son dolor
yo necesito saber si quieres ser mi amante...

Sueños que son amor son sueños que son dolor
yo necesito saber si quieres ser mi amante.

Vivir o morir, vivir o morir
pero contigo.

Vivir o morir, vivir o morir
quieres ser mi amante...


beijinhos

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Don't Cry, Guns N' Roses



Talk to me softly
There's something in your eyes
Don't hang your head in sorrow
And please don't cry

I know how you feel inside
I've been there before
Somethings changing inside
You and don't you know

Don't you cry tonight
I still love you baby
Don't you cry tonight
Don't you cry tonight
There's a heaven above you baby
And don't you cry tonight

Give me a whisper
And give me a sign
Give me a kiss before
Youu tell me goodbye

Don't you take it so hard now
And please don't take it so bad
I'll still be thinking of you
And the times we had baby

Don't you cry tonight
Don't you cry tonight
Don't you cry tonight
There's a heaven above you baby
And don't you cry tonight

And please remember
That I never lied
And please remember
How I felt inside now honey

You gotta make it your own way
But you'll be alright now sugar
You'll feel better tomorrow
Come the morning light now baby

Don't you cry tonight
Don't you cry tonight
Don't you cry tonight
There's a heaven above you baby

Don't you cry, don't you ever cry
Don't you cry tonight
Baby, maybe someday
Don't you cry, don't you ever cry
Don't you cry tonight



Sim, eu sei que devia estar a estudar... Mas acho que me re-apaixonei por esta música e enquanto estudo já a ouvi seguramente umas 20 vezes...

=)




Achei a imagem engraçada =D Ainda bem que a minha licenciatura não é referida... hahaha

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Férias... Viagem...

Olá minha gente... Hoje continuo na onda do estudo... Mas com parvalheira acrescida!!!


Deu-me um ataque de recordações sentimentalistas...

Faz hoje exactamente 4 anos que andava no frio de Janeiro a cantar as Janeiras pelas belas terras lá da zona... Eu e os meus camaradas de guerra (finalistas do secundário) queríamos ir a todo o custo de férias para Palma de Maiorca...

Depois de um mês a andar pelo frio do Inverno rigoroso que se fazia sentir em Janeiro, lá conseguimos a nossa tão ansiada viagem...

Hoje lembro-me daquela maravilhosa ilha, com tão bons momentos que lá vivi... E como recordar é viver deixo-vos aqui umas fotos bem giras da ilha... Uma sugestão: um dia embarquem numa aventura e viagem até lá... Prometo que para descansar é do melhor...





Beijinhooo minha gente :D

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Há Dias Assim...

Ora bem, estou em época de exames, muito estudo e stress e pouco se acerta...

Este fim de semana que passou comecei a "panicar", para quem não sabe: entrar em estado de desespero, e resultado revi a minha vida afectiva toda...
Enquanto trocava mensagens via telemóvel, a dado momento e depois de falar tanto sobre rapazes, senti um ataque filosófico a chegar até mim...
Ponderei o resultado e cheguei à conclusão que ele é bem real e certo... Por isso deixo-vos aqui a minha filosofia:
"procuramos onde não devemos e não vemos o que nos encontra"


Ontem estávamos nós a falar desta minha filosofia e chegamos ainda a outra nova conclusão:
O que nos encontra cansa-se de esperar para que o vejamos, e perdemos o que procuramos"


Como podem ver, muito estudo faz destas coisas... Desvia-nos a atenção para a nossa vida sentimental, por vezes desastrosa, outras tantas boa e saborosa... Não se pode ter tudo, mas podemos sempre construir o nosso TUDO...

Beijinho e continuem por aí :D

(Ofir, Junho de 2009)

sábado, 16 de janeiro de 2010

Quem és?

Alguma vez sentiram a necessidade de terem a presença de alguem do vosso lado sem questionarem o porquê disso??

Sinto essa necessidade constante... E não percebo o porquê... Não preciso de ninguem em especial... Não me sinto só, não estou infeliz ou perturbada... Mas o meu instinto diz que preciso de alguem que me esqueci, que deixei perdido no tempo... Mas quem?! Onde?! Quando?!

Não larguei ninguém no passado que não quisesse ficar por lá... Não deixei ninguém para tras, que quisesse continuar... E não fiz nada para merecer estar assim...

O nosso inconsciente é tão complicado...